Skip to content

Matias

Matias

O nome Matias é uma variante do hebraico Matatias, que significa “dom de Deus”.
 
 Matias foi o apóstolo que substituiu Judas Iscariotes logo após a ascensão de Jesus. Após a morte de Judas, Pedro propôs que os discípulos escolhessem alguém para substituir o traidor. O discurso de Pedro esboçava certas qualificações para o novo apóstolo (At 1: 15-22). O apóstolo tinha de conhecer a Jesus “começando no batismo de João, até ao dia em que dentre nós foi levado às alturas”. Tinha de ser também, “testemunha conosco de sua ressurreição” (At 1: 22).
 
Os apóstolos encontraram dois homens que satisfaziam as qualificações: José Barsabás, cognominado Justo, e Matias (At 1.23). Lançaram sortes para decidir a questão e a sorte recaiu sobre Matias.
 

Segundo as palavras de Pedro registradas em Atos 1: 21- 22, Matias havia sido seguidor de Jesus durante os três anos e meio do seu ministério e havia estado intimamente associado com os apóstolos.

 

De acordo com Eusébio de Cesaréia, ele era um dos setenta discípulos ou evangelistas que Jesus enviou para pregar, segundo o relato de Lucas 10: 1.

 

Assim diz Eusébio: “Matias – o que foi juntado à lista dos apóstolos em substituição a Judas – e o outro que com ele teve a honra de disputar a sorte foram dignos de serem dos setenta”.

 

Após a sua escolha, ele foi “contado com os onze apóstolos” pela congregação e quando o livro de Atos logo depois fala dos “apóstolos” ou dos “doze”, isso incluía Matias.

 

De acordo com Nicéforo Matias primeiro pregou o Evangelho na Judéia, seguindo para a Etiópia e, posteriormente, se dirigiu para região da Cólquida (agora conhecida como Geórgia Caucasiana), onde foi crucificado por volta do ano 63 d.C. Um marco localizado nas ruínas da fortaleza romana de Gônio, atual Apsaros, nas modernas regiões georgianas de Adjara indicam que Matias estará sepultado naquele lugar.

 
 

Clique nas figuras abaixo para ver sobre as demais colunas da Igreja:

André

Pedro

Tiago

João

Tiago, o Justo

Mateus

Tomé

Simão Zelote

 

 

 

 

Bartolomeu

Felipe

Judas Tadeu

Matias

Estevão

Barnabé

Paulo

Filipe, o evangelista

One Comment leave one →
  1. Antonio Batista de Almeida permalink
    02/10/2012 9:26 pm

    Muito interessante o artigo é um importante aprendizado para quem o ler.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: