Skip to content

Mateus

Mateus

Mateus (מתי/מתתיהו) significa dom de Iavé. Seu verdadeiro nome era Levi. Era o filho de Alfeu e exercia a profissão de publicano, cobrador de impostos, recebendo da alfândega nos domínios de Herodes Antipas, em Cafarnaum, porto do mar da Galiléia. Foi nesta cidade que Jesus habitou, depois de ter saído de Nazaré – e provavelmente tinha Mateus ouvido nesta mesma povoação os seus discursos e observado os Seus milagres. Deste modo teria sido preparado para obedecer à chamada de Jesus em Cafarnaum.

 

Segundo o relato do evangelho, Jesus depois de atravessar o Mar da Galiléia ao passar por Mateus, que estava a trabalhar na recolha dos impostos, disse-lhe: “Segue-me”. Mateus levantou-se e seguiu-o, tornando-se num dos seus doze discípulos (Mateus 9: 9).

 

Mateus acompanhou de perto a vida pública de Cristo e se notam traços de sua antiga profissão de cobrador de impostos em determinadas passagens de seu Evangelho, que foi evidentemente escrito para a comunidade cristã recém-saída do judaísmo.

 

Um antiga tradição do cristianismo, informa que Mateus tornou-se evangelizador de regiões da Palestina e da Etiópia, onde teria encontrado o martírio.

 

A humildade de Mateus pode ser reconhecida no evangelho que tem o seu nome. Ao enumerar os apóstolos, ele se cognomina ‘Mateus, o publicano’ (10.3), não suprimindo o seu primeiro emprego. É pelo que diz Lucas, e não pelo que Mateus escreve, que nós sabemos que ‘ele deixou tudo’ para seguir a Jesus, e ‘Lhe ofereceu um grande banquete em sua casa’ (Mt 9: 9-10, Lc 5: 27-29).

 

Eusébio de Cesaréia diz que Mateus, primeiramente tinha pregado aos hebreus, quando estava a ponto de ir para outros, entregou por escrito seu Evangelho, em sua língua materna, fornecendo assim por meio da escritura o que faltava de sua presença entre aqueles de quem se afastava. E Sócrates diz que foi a Etiópia o centro dos seus trabalhos. A maior parte dos primitivos escritores afirmam que ele teve a morte de um mártir por volta do ano 72 d.C. perto de Hierápolis (Turquia) ou na Etiópia mesmo.

 

 

 

Clique nas figuras abaixo para ver sobre as demais colunas da Igreja:

André

Pedro

Tiago

João

Tiago, o Justo

Mateus

Tomé

Simão Zelote

 

 

 

Bartolomeu

Felipe

Judas Tadeu

Matias

Estevão

Barnabé

Paulo

Filipe, o evangelista

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: