Skip to content

Estevão

Estevão

O seu nome vem do grego Στέφανος (Stephanós), o qual se traduz para aramaico como Kelil, significando coroa. Estêvão  é o primeiro mártir do Cristianismo. Era provavelmente um judeu helenista que pregava em sinagogas helenistas a respeito da salvação em Jesus Cristo.

 

Segundo os Atos dos Apóstolos, Estêvão foi um dos sete primeiros diáconos da Igreja, logo após a morte e ressureição de Jesus. Era homem de fé e cheio de graça e força, possuía um grande zelo pelo anúncio das boas novas, pregando os ensinamentos de Cristo e convertendo tanto judeus como gentios.

 

Sobre Estevão a Bíblia relata que ele era uma homem cheio de graça e poder e fazia prodígios e grandes sinais entre o povo.

 

Alguns que eram da sinagoga chamada dos libertos, dos cireneus, dos alexandrinos, dos da Cilícia e da Ásia, levantaram-se e disputavam com Estevão, mas não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que falava.

 

Foi detido pelas autoridades judaicas, levado diante do Sinédrio (a suprema assembleia de Jerusalém), onde foi condenado por blasfémia, sendo sentenciado a ser apedrejado (At 7). Entre os presentes na execução, estaria Saulo de Tarso, o futuro apóstolo Paulo, ainda durante os seus dias de perseguidor de cristãos.

 

A pregação de Estevão é, de forma indireta, iniciadora do processo de expansão do movimento cristão para fora da Judéia, porque fomenta uma reação violenta por parte das sinagogas de judeus helenistas em Jerusalém e que leva a uma grande perseguição à comunidade de Jesus. Esta perseguição se inicia exatamente com o martírio de Estevão, por volta do ano 35 d.C.

 

A Bíblia narra da seguinte forma os momentos finais da vida deste grande homem de Deus:

 

“Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; como o fizeram os vossos pais, assim também vós. A qual dos profetas não perseguiram vossos pais? Até mataram os que dantes anunciaram a vinda do Justo, do qual vós agora vos tornastes traidores e homicidas, vós, que recebestes a lei por ordenação dos anjos, e não a guardastes. Ouvindo eles isto, enfureciam-se em seus corações, e rangiam os dentes contra Estevão. Mas ele, cheio do Espírito Santo, fitando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus, e disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem em pé à direita de Deus. Então eles gritaram com grande voz, taparam os ouvidos, e arremeteram unânimes contra ele e, lançando-o fora da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas vestes aos pés de um mancebo chamado Saulo. Apedrejavam, pois, a Estevão que orando, dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito. E pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este pecado. Tendo dito isto, adormeceu. E Saulo consentia na sua morte. Naquele dia levantou-se grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e da Samaria. E uns homens piedosos sepultaram a Estevão, e fizeram grande pranto sobre ele.” (At 7: 51-8: 2)

 

 

 

Clique nas figuras abaixo para ver sobre as demais colunas da Igreja:

André

Pedro

Tiago

João

Tiago, o Justo

Mateus

Tomé

Simão Zelote

 

 

 

 

Bartolomeu

Felipe

Judas Tadeu

Matias

Estevão

Barnabé

Paulo

Filipe, o evangelista

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: