Skip to content

Barnabé

Barnabé

Barnabé foi um dos primeiros cristãos mencionados no Novo Testamento. Seus pais lhe deram o nome de José, porém os apóstolos em Jerusalém lhe deram um novo nome: Barnabé. Este parece ser de origem Aramaica בר נביא, que significa o filho do profeta. No entanto, o texto grego do Atos dos Apóstolos 4: 36 explica o nome como υἱός παρακλήσεως (hyios paraklēseōs) que significa filho da exortação ou filho da consolação.

 

Em Atos 14: 14, ele está listado à frente de Paulo, “Barnabé e Paulo”, e ambos são chamados ἀπόστολοι (apostoloi), apóstolos.

 

Barnabé foi um dos primeiros profetas e mestre da igreja em Antioquia (Atos 13: 1). Lucas fala dele como um “bom homem” (Atos 11: 24). Ele nasceu de pais judeus, da tribo de Levi. Sua tia foi a mãe de João Marcos (Colossenses 4: 10), autor do Evangelho de Marcos.

 

Era natural de Chipre, onde possuía terras (Atos 4: 36-38), que vendeu, doando o dinheiro para a igreja em Jerusalém. Segundo Eusébio de Cesaréia, Barnabé fazia parte do grupo dos setenta discípulos de Jesus e assim ele relata este fato:

 

“Dos setenta discípulos por outro lado, em nenhum lugar se encontra lista alguma; mesmo assim, sabe-se ao menos que Barnabé era um deles.”

 

Quando Paulo de Tarso regressou a Jerusalém depois de sua conversão, Barnabé o levou até os apóstolos (Atos 9: 27).

 

Barnabé exerceu no início o papel de consolidador da fé de Paulo, procurando sempre o colocar em contato com os doze apóstolos, bem como com aquilo que o Espírito Santo estava fazendo na igreja por aqueles dias.

 

Um destes eventos se deu com a igreja em Antioquia, uma vez que a sua prosperidade espiritual levou os apóstolos e irmãos em Jerusalém a enviar Barnabé para lá a fim de supervisioná-la. Ele percebeu que o trabalho era extenso e árduo e por isso foi para Tarso em busca de Paulo para ajudá-lo. Paulo retornou com ele para Antioquia e trabalhou com ele durante um ano inteiro (Atos 11: 25-26). No final deste período, os dois foram enviados até Jerusalém (AD 44) com as contribuições que a igreja em Antioquia havia feito para os membros mais pobres da igreja de Jerusalém (Atos 11: 28-30), na qual  Barnabé tinha uma estreita relação.

 

Pouco tempo depois eles voltaram, trazendo João Marcos com eles e foram nomeados como missionários para Ásia Menor, visitaram Chipre e algumas das principais cidades da Panfília, Psidia, e Licaônia (Atos 13: 14).

 

Voltando a partir desta primeira viagem missionária a Antioquia, eles foram novamente enviados até Jerusalém para consultar com a igreja quanto à sua postura com relação aos gentios (Atos 15: 2; Gálatas 2: 1). Segundo a Gálatas 2: 9-10, Paulo e Barnabé foram incluídos no acordo feito entre eles e os apóstolos Tiago, o Justo, Pedro e João, onde os dois primeiros deveriam pregar aos gentios, não esquecendo os pobres em Jerusalém e eles aos da circuncisão.

 

Depois da questão ter sido resolvida, voltaram para Antioquia, levando o acordo do Conselho de Jerusalém em que gentios poderiam ser admitidos na igreja.

 

Tendo retornado para Antioquia e passado algum tempo lá (Atos 15: 35), Paulo pediu a Barnabé para acompanhá-lo em outra viagem (Atos 15: 36). Barnabé quis levar João Marcos novamente, mas Paulo não, uma vez que ele deixou-lhes na viagem anterior (Atos 15: 37-38). A disputa terminou por Paulo e Barnabé tomando rotas distintas. Paulo tomou Silas como seu companheiro, e percorreram Síria e Cilícia; Enquanto Barnabé, com seu primo mais novo João Marcos, foram a Chipre (Atos 15: 36-41).

 

Ele não é mencionado novamente por Lucas em Atos. No entanto, sabe-se que ele continuou a trabalhar como missionário (I Coríntios 9: 6).

 

Quando Barnabé foi à Síria e Salamina pregando o evangelho, certos judeus próximos, tendo se irritado com o seu extraordinário sucesso, caíram sobre ele quando estava ensinado na sinagoga, arrastam-no para fora, e apedrejaram-no até a morte. Seu primo, João Marcos enterrou seu corpo em uma caverna em Salamina (Chipre) por volta do ano 61 d.C.

 

 

 

Clique nas figuras abaixo para ver sobre as demais colunas da Igreja:

André

Pedro

Tiago

João

Tiago, o Justo

Mateus

Tomé

Simão Zelote

 

 

 

 

Bartolomeu

Felipe

Judas Tadeu

Matias

Estevão

Barnabé

PauloFilipe, o evangelista

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: